Policial

Aesp/CE prepara profissionais para o atendimento à pessoas idosas e com deficiência








17 de novembro de 2023 – 15:39
# # # #



Teve início nesta sexta-feira (17), na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE), o Curso de Capacitação Teórico-Prático para Atendimento à Pessoa Idosa e com Deficiência. Essa formação tem carga horária de 20 horas/aula, e seguirá até a próxima segunda-feira (20), de modo presencial. O objetivo é levar aos alunos um esclarecimento sobre o conceito de violência contra à pessoa idosa e com deficiência e entender os mecanismos legais e ferramentas institucionais de combate à tal violência.

“Trata-se de um momento ímpar no dia a dia desta Academia. É um curso rápido, de 20 horas, mas é de fundamental importância para o dia a dia dos agentes de segurança, dos servidores da Aesp e, principalmente, da nossa sociedade. Prestar um bom atendimento à pessoa idosa e/ou à pessoa com deficiência é uma necessidade que nós precisamos cumprir sempre com eficiência e excelência”, comenta o diretor-geral da instituição, delegado Leonardo Barreto.

Também são objetivos do curso instruir sobre o conceito de violência contra à pessoa idosa e com deficiência, os tipos delitivos que a caracterizam e a legislação aplicável, além do conceito de violência contra à pessoa idosa e com deficiência e a legislação referente, bem como capacitar o profissional para o adequado atendimento de ocorrências nas quais a violência contra à pessoa idosa e com deficiência é o fato causador.

“Graças aos avanços sociais e econômicos, a população cearense tem atingido maiores níveis de longevidade. Nossa gente tem envelhecido melhor, com mais saúde, chegando com mais facilidade a 80, 90, 100 anos. Ou seja, teremos uma população idosa cada vez maior, que precisa de nós, de nossos cuidados, dos nossos esforços. E nós precisamos prestar esse serviço com um padrão elevado”, complementa Barreto.

Inspetor da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) há mais de 10 anos, lotado desde o ano passado na Delegacia de Proteção à Pessoa Idosa e à Pessoa com Deficiência, o professor Pablo Gurgel de Souza explica a relevância do tema. “Nós atuamos no enfrentamento aos crimes contra à pessoa idosa e à pessoa com deficiência. Hoje, um grande desafio encontrado na sociedade é a divulgação e o trabalho de prevenção aos crimes contra à pessoa idosa. A delegacia foi criada em 2018, dentro da estrutura do Departamento de Proteção a Grupos Vulneráveis (DPGV), e vem atuando firmemente no combate a esses crimes estatutários, estatuto da pessoa idosa e pessoa com deficiência”, afirma o docente.

“A gente vem, a cada ano, demonstrando números mais expressivos, apurando mais denúncias, tentando mostrar para a sociedade cearense a importância da denúncia, da divulgação, de comunicar às autoridades policiais a ocorrência de crimes contra pessoas idosas, para que essas pessoas tenham assistência”, completa.

Dedicada ao trabalho com a temática do idoso e da pessoa com deficiência desde 2021, a aluna Silvana Azevedo de Freitas Sampaio, escrivã da Polícia Civil, se inscreveu no curso com o objetivo de incentivar outras pessoas e colegas a se capacitarem nesse assunto. “Esse é um tema que está em evidência, em constante evolução na sociedade, principalmente pelo fato de a população estar envelhecendo cada vez mais. É importante esclarecer para a sociedade a necessidade de respeito e dignidade desse grupo, enfatizando a importância de tratá-las bem, acolhê-las e garantir que seus direitos sejam respeitados socialmente”, destaca a discente.




Fonte: SSPCE

Mais Notícias

Botão Voltar ao topo