Ceará NotíciasÚltimas Notícias

“Pedia para sentar no colo” – Ceará Notícias


Prestes a completar 50 anos, Angélica estreia neste domingo (26/11) o especial Angélica: 50 e Tanto, com cinco episódios já disponíveis no Globoplay. O primeiro contou com as presenças de Sandy, Maísa e Fernanda Souza, além de um desabafo íntimo de Angélica sobre episódios de assédio sexual que sofreu quando era criança.

Angélica começou contando que por pouco não teve que adotar outra identidade. “Sou Angélica por um triz. Quando eu ia estrear na TV, um homem muito poderoso achava que meu nome artístico tinha que ser Lolita, que nem a menina do livro”, disse a apresentadora, referindo-se ao famoso romance de Vladimir Nabokov em que uma menina de 12 anos é abusada pelo padrasto.

“Foi bem nessa época que o homem pedia para eu sentar no colo dele nos bastidores da TV. Ele era um adulto e, eu, uma criança. E eu fazia tudo sem entender. Hoje eu entendo”, desabafou a loira, que começou a carreira em concursos de beleza e depois migrou para emissoras como Manchete, SBT e Globo.

Angélica ainda lembrou como as pessoas invadiam sua intimidade e a sexualizavam. “Lembro de chegar em lugares e me perguntarem se eu era virgem. Era criança e ficava me perguntando que pauta era aquela. Sexualizavam nossa vida de uma forma que a gente nem estava entendendo o que estava acontecendo”, recordou.

“Fiquei um tempão respondendo se era virgem. E em algum momento eu deixei de ser, né? Mas as pessoas continuaram perguntando e eu pensava: ‘E agora?’. Eu continuava respondendo que era, ia falar o quê?”.

(Foto Reprodução/TV Globo)

Fonte: Ceara Noticias Net

Mais Notícias

Botão Voltar ao topo