Ipu NoticiasÚltimas Notícias

Ônibus escolar é incendiado dias após acidente que matou professora na saída de escola Blog


 

 

 

Uma professora de 59 anos, identificada como Francisca Djanira Marinho do Nascimento, morreu atropelada na última quarta-feira (22) por um ônibus escolar no município de Pacoti, a 90 quilômetros de Fortaleza. Nesta segunda-feira (27), o veículo que atropelou a professora foi incendiado na comunidade da Boa Hora, onde ocorreu o acidente.

Francisca Djanira estava deixando a escola em uma motocicleta quando foi atingida pelo veículo que estava em marcha ré. A moto era conduzida por seu neto, que ficou ferido após o acidente. Já Djanira não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

De acordo com a família de Djanira, a professora atuava há cerca de 40
anos e sempre trabalhou na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF)
São Sebastião. Ela já estava aposentada e tinha voltado à escola como
temporária.

A Prefeitura de Pacoti decretou luto de três dias e suspendeu as aulas municipais no dia 23 de novembro.

“Lamentamos
profundamente a sua partida e desejamos todo o conforto necessário aos
familiares e amigos, que tanto sofrem a dor da perda neste momento. Que
Deus a recebe de braços abertos em sua morada. Nossas condolências”,
publicou o perfil oficial da prefeitura.

O acidente causou comoção na comunidade e familiares, que denunciaram
que o ônibus estava irregular. Conforme Meiriane Soares, filha da
professora, o veículo estava sem retrovisor, não possuía câmera de ré nem alarme de ré, entre outros problemas.

Ao g1,
Meiriane afirmou que a família vai acionar a Justiça contra a
prefeitura por conta das irregularidades do veículo. “A comunidade está
revoltada, ela foi a professora que passou por todas as gerações que
passaram pela escola”, contou.

Ônibus foi queimado na madrugada

Ônibus escolar foi queimado dias após veículo atropelar uma professora em Pacoti — Foto: Reprodução
Ônibus escolar foi queimado dias após veículo atropelar uma professora em Pacoti — Foto: Reprodução

Na madrugada desta segunda-feira, o ônibus escolar que atropelou
Djanira foi queimado. Em nota, a Prefeitura de Pacoti chamou o incêndio
de “terrorismo” e afirmou que o ataque compromete o transporte dos
alunos da rede municipal de ensino.

“Esse é um ato que abala a todos, os pais, corpo gestor da escola São
Sebastião, e a educação como um todo no município”, disse a prefeitura.
“As devidas providências serão tomadas para esclarecimento dos fatos e
as medidas cabíveis entrarão em vigor para que mais ninguém seja
prejudicado”.

A Secretaria de Segurança Pública do Ceará (SSPDS) afirmou que tanto o
atropelamento quanto o incêndio estão sendo investigados pela Delegacia
Regional de Guaramiranga, que responde pelas ocorrências em Pacoti.
Ainda na semana passada, o motorista do ônibus se apresentou na
delegacia e prestou depoimento.

O g1 tentou contatar a prefeitura de Pacoti para obter mais detalhes sobre o caso, mas não foi atendido. 

 

Professora Francisca Djanira Marinho morreu na última quarta-feira (22) em acidente de trânsito — Foto: Reprodução
Professora Francisca Djanira Marinho morreu na última quarta-feira (22) em acidente de trânsito — Foto: Reprodução

 

 (G1/CE)


Fonte: Ipu Noticias

Mais Notícias

Botão Voltar ao topo