Ipu NoticiasÚltimas Notícias

Calcinhas esquecidas em sacola causam alerta de bomba no aeroporto de Fortaleza Blog


Agentes checam sacola esquecida no aeroporto de Fortaleza para protocolos de segurança. — Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

A jovem Scarletth O’Hara passou por uma situação peculiar no Aeroporto de Fortaleza.
Uma sacola com calcinhas da filha dela foi confundida com uma bomba na
praça de alimentação do local. O vídeo onde ela mostrou todo o protocolo
de segurança com a sacola viralizou. O caso aconteceu no último sábado
(25).

 A influenciadora explicou ao g1 que
estava no aeroporto para deixar o irmão dela que iria pegar um voo. No
local, a mãe dela a entregou uma sacola com calcinhas para a neta.
Porém, Scarletth passou o pacote para o próprio marido, Rodrigo Silva.

“Só que meu marido, distraído, largou a sacola pela praça de
alimentação do aeroporto. Aí na hora de ir embora, eu fui procurar, e
cadê a sacola?!”, disse a influenciadora digital em entrevista ao g1.

“Quando eu achei, os seguranças já estavam ao redor da sacola. Aí eu
falei ‘moço, isso é um saco de calcinhas, é meu’. Mas ele respondeu que
era protocolo, e que eu não podia encostar na sacola”, comentou a jovem.

No vídeo, é possível ver uma equipe de seguranças conferindo a sacola
que estava em uma mesa da praça de alimentação. Scarletth disse que,
mesmo após verificar que não era uma bomba, a sacola foi levada para o
setor de achados e perdidos do aeroporto, e a mãe dela precisou ir
buscá-la.

“Ela [a mãe] disse que até no raio-x da Polícia Federal as calcinhas passaram”, lembrou a jovem, entre risos.

A Fraport, que administra o aeroporto de Fortaleza, explicou que a
verificação trata-se de um procedimento de segurança, previsto na
legislação da ANAC, a fim de garantir a segurança de todos os
passageiros e pessoas que circulam pelo aeroporto.

“Não temos como afirmar o conteúdo dos objetos abandonados, por isso,
para segurança de todos, eles são analisados e, uma vez não constatado
risco, são liberados, o que foi feito”, disse a nota da empresa.

 

 

 (G1/CE)

 


Fonte: Ipu Noticias

Mais Notícias

Botão Voltar ao topo